21º Grupamento Bombeiro Militar – Belém/Comércio

Histórico da unidade

HISTÓRICO DO 21º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS MILITAR
Considerando a necessidade de descentralizar os serviços de bombeiro militar, objetivando diminuir o tempo-resposta das ocorrências de combate a incêndio, salvamento e pré-hospitalar na área metropolitana da grande Belém e interior do Estado, considerando a densidade populacional, grau de risco de desastres e a vulnerabilidade a que está exposta a população dos Municípios paraenses e também a urgência nas tomadas de decisão de cunho administrativo requeridas pelas ações de bombeiro militar, com vistas a racionalizar os gastos público , através do DECRETO N° 3.384, DE 31 DE MARÇO DE 1999, assinado pelo Governador na época DR. ALMIR GABRIEL, publicado em Boletim Geral 087, de 13 de maio de 1999, cria-se os Subgrupamentos independentes , NESTE CONTESTO INCLUI O 7º SGBM/I-VALDE- CANS, o qual funcionaria em Miramar-Belém, local onde hoje , está localizado o GBS, mas não chegou a funcionar naquele local. Ato contínuo, foi nomeado através da PORTARIA N° 253, DE 28 DE ABRIL DE 1999 — GAB. CMDO, publicada em BG 082, de 06 de maio de 1999, o CAP QOBM MARCO ANTONIO GOMES, para assumir a função de Comandante, mas não chegou a assumir a função, pois foi nomeado para a chefe da 1ª seção do EMG, conforme publicação em BG nº 142, de 09 de agosto de 1999, na mesma portaria. Em seu lugar foi designado o CAP QOBM ANDREI VICENTE DA COSTA, conforme BG 142, de 09.08.1999. O 7º SGI/I, ao invés de funcionar na Miramar, passou a funcionar no prédio em anexo ao quartel do Comando Geral na época, sito à Rua João Diogo, 236- Comércio cujos os efetivos deveriam ser deduzidos do quantitativo do 1º GI- BELÉM e 2º GI-Castanhal . Em Boletim Geral nº 098, de 28 de maio de 1999, foi publicada a transferências dos militares que iriam compor o efetivo do 7º SGI/I, assim especificados: Do CFAE para o 7° SGI/I- 3 (três) Sargentos, 2 (dois) Cabos e 4 (quatro soldados), do 1° GI para o 7° SGI/I. foram transferidos 18 (dezoito) sargentos, 7(sete) cabos e Do 2° GI (castanhal) para o 7° SGI/I foram transferidos 1 (um) Sargento, 3 (três ) cabos e 6 (seis) soldados e por último foram transferidos do 5º SGI/I-Capanema para o 7º SGI/I 1 (um) sargento e 1(um) cabo, totalizando 23 (vinte e três) sargentos,13 (treze) cabos e 10(dez) soldados, para atuarem efetivamente nas áreas do comércio e adjacências, devido também o grande risco de incêndio do centro histórico e área comercial de nossa capital. O primeiro Comandante do 7º SGI/I de fato, foi o CAP QOBM ANDREI VICENTE DA COSTA, o qual permaneceu no cargo de 09 de agosto de 1999 a 08 de janeiro de 2001, sendo substituído pelo então CAP QOBM ALMIR ANTONIO
GOUVEIA MARTINS, CONFORME BG Nº008, DE 11.01.2001. No ano de 2015, Pela necessidade de descentralizar os serviços de bombeiros militares, objetivando diminuir o tempo-resposta das ocorrências de combate a incêndio, salvamento e socorro pré-hospitalar, tornando os atendimentos mais ágeis e eficientes, devido o crescimento populacional nas regiões e a consequente necessidade urgente de atendimento operacional, os quais exigem a imediata antecipação no planejamento na prestação dos serviços de segurança pública, no qual é imprescindível o atendimento de tais necessidades por meio de ações administrativas eficazes e a necessidade estratégica de articulação operacional das Unidades Bombeiro Militar, pois é interesse do Governo do Estado do Pará de efetivar os serviços Bombeiros Militares, que visa proteger e preservar a segurança, o meio ambiente e o bemestar da população dos Municípios , foi editado o DECRETO N° 1.357, DE 28 DE AGOSTO DE 2015, assinado pelo Governador em exercício JOSÉ DA CRUZ
MARINHO, que cria como órgãos de execução da estrutura organizacional do Corpo de Bombeiros Militar do Pará e TRANSFORMA, na estrutura organizacional do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Pará, o 7° SUBGRUPAMENTO BOMBEIRO MILITAR (7° SGBM), EM 21° GRUPAMENTO BOMBEIRO MILITAR – BELÉM (21° GBM), cujo o decreto foi publicado em Boletim Geral nº 156 de 02SET2015. Seu primeiro comandante foi o Maj QOBM GLEYDS MELENDEZ ALVES, que já era comandante do 7º SGBM, conforme nomeação através da PORTARIA Nº 414 DE 02 DE JUNHO DE 2014, Publicada em Boletim Geral nº 102 de 03JUN2014 , e passou pela transição para 21º GBM. Permaneceu no cargo até 15 de fevereiro de 2015, conforme PORTARIA Nº 101 DE 29 DE JANEIRO DE 2016, publicada em Boletim Geral nº 027 de 15FEV2016, e na mesma portaria , foi substituído pelo TEN CEL QOBM JORGE EDÍSIO DE CASTRO TEIXEIRA, que permaneceu no cargo de comandante do 21º GBM até o dia 31.01.2019, substituído pelo TEN CEL QOBM EDINALDO RABELO LIMA, ato publicado em PORTARIA Nº 008 DE 08 DE JANEIRO DE 2019, publicada em Boletim Geral nº 6 de 09/01/2019, que permaneceu no cargo até o dia 01 de dezembro de 2019, foi substituído pelo TCEL QOBM MÁRCIO ELIAS FRANCÊS BRITO, ato publicado em PORTARIA N° 1006 DE 27 DE NOVEMBRO DE 2020, publicada em Boletim Geral n° 219, de 28/11/2020, que permaneceu no cargo até o dia 01 de outubro de 2020, foi substituído pelo TCEL QOBM EDINALDO RABELO LIMA, atual Comandante do 21° GBM, ato publicado em PORTARIA N° 620 DE 16/09/2020, publicada em Boletim Geral n° 170 de 16 de setembro de 2020. O espaço onde funciona o atual quartel do 21º GBM possui um histórico muito importante para o CBMPA. Segundo Menezes (2007) dividiam o mesmo terreno várias Unidades importantes da corporação. O Terreno foi adquirido em 30 de julho de 1898 e até 2004 funcionou o Quartel do Comando Geral (QCG) e a partir de 2005, funcionaram o Comando Operacional (COP), o Grupamento de Socorro e Emergência e o Núcleo de Operações com Produtos Perigosos (GSE/NOPP), além do 7º Subgrupamento Bombeiro Militar (7º SGBM – Comércio). Em 1948 foi construído do muro no terreno contíguo ao Quartel, fazendo ângulo com a rua 16 de Novembro, e do pavilhão com dois pavimentos, sendo a parte superior destinada ao alojamento das Praças e a térrea para a instalação de oficinas, com um dique para lavagem e lubrificação das viaturas (MENEZES, 2007). Atualmente o 21º Grupamento de Bombeiros Militar (21º GBM), POSSUI UM EFETIVO DE 38 (TRINTA E CINCO) MILITARES, sendo 02 (Dois) oficiais , 01 subtenente RR CONVOCADO, 01 SUBTENENTES, 15 SARGENTOS, 15 CABOS (sendo um em processo de reforma) E 04 SOLDADOS , totalizando 2 oficiais e 36 praças, que atuam nas áreas de combate a incêndio e salvamento, prevenções na região metropolitana, além de serviço de prevenção em praias como guarda-vidas e de vistoria técnica através da SAT (SEÇÃO DE ATIVIDADE TÉCNICA), a qual é de suma e vital importância no suporte ao corpo de Bombeiros, no que concerne ao atendimento preventivo nas edificações de nossa cidade sob nossa área de atuação operacional.

Comandante: TCEL QOBM EDINALDO RABELO LIMA

Subcomandante: MAJ QOBM PATRÍCIA DO SOCORRO FONSECA DOS SANTOS

Contatos da unidade

Endereço: Rua João Diogo, N°236, Cidade Velha-Belém-Pa

Tel:(91)3075-9956/ (91)3075-9966 / (91) 3075-9954

Comandante: 8899-6567

Email: 21gbm@bombeiros.pa.gov.br

Galeria de fotos