Histórico

Ao ser criado através de uma Portaria Provincial, datada do dia 24 de novembro de 1882, o Corpo de Bombeiros Militar surge no Estado do Pará como uma companhia da Policia Militar, e teve como primeiro comandante o então Capitão BM Antônio Veríssimo Ivo de Abreu. O atual comandante geral da corporação, o Coronel QOBM Hayman Apolo Gomes de Souza, é o 51º Comandante do Corpo de Bombeiros. A Corporação tem como patrono nacional Dom Pedro II (assim como todos os Corpos de Bombeiros do Brasil), e como patrono estadual – o Intendente Antônio Lemos.

Com a promulgação da Constituição Estadual de 1989, o então Corpo de Bombeiros da Policia Militar do Estado do Pará se emancipa. Além de obter autonomia, ganha também um novo regime jurídico, passando a ser subordinado diretamente ao Governo do Estado, e passando, enfim, a se chamar Corpo de Bombeiros Militar do Pará. A nova Constituição do Estado também unificou o Comando do CBMPA com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil – CEDEC, passando o Comandante Geral do CBMPA a coordenar também a Defesa Civil do Estado.

O Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros do Pará está sediado na própria capital paraense, no município de Belém e, localiza-se na Avenida Júlio César nº 3.000, com a Avenida Pedro Álvares Cabral, Bairro de Val-de-Cans. Além do Quartel do Comando Geral, a Corporação conta com 30 unidades operacionais, 07 unidades, e setores distribuídas na região metropolitana de Belém – RMB e interior do Estado. Hoje, além da capital, mais 19 municípios contam com a presença do serviço do Corpo de Bombeiros no Estado do Pará.

Atualmente, o CBMPA possui um efetivo de 2.966 militares entre homens e mulheres, praças e oficiais. Existem apenas duas formas de ingresso na Corporação, por meio de concurso público para soldados ou para oficiais.