Em Altamira, 9° Grupamento Bombeiro Militar comemora 10 anos
Publicado: 19 de dezembro de 2017 - Hora: 12:31

Em Altamira, 9° Grupamento Bombeiro Militar comemora 10 anos

+ fotos

 

O Corpo de Bombeiros Militar do Pará em Altamira é representado pelo 9º Grupamento Bombeiro Militar, e teve sua criação, em 30 de Novembro de 2007, em resposta aos anseios da sociedade altamirense e outros municípios, que fazem parte desta 11ª Região Integrada de Segurança Pública, que se estende aos municípios de Uruará, Medicilândia, Brasil Novo, Anapú, Senador José Porfírio, Vitória do Xingu e Porto de Moz.

Em comemoração aos 10 anos do Corpo de Bombeiros em Altamira, o 9º GBM realizou uma ampla programação de eventos para os militares e para a comunidade e geral, culminando com um jantar e entrega de comendas a autoridades e parceiros, além medalhas de 10 e 20 anos de bons serviços prestados a corporação e à prevenção de acidentes em geral, à segurança e à tranquilidade da população.

O histórico do 9º Grupamento Bombeiro Militar em Altamira nestes dez anos é muito relevante para a sociedade e para os militares que fazem parte desta unidade, que fica localizada no sudoeste paraense, longe da capital e que enfrenta diariamente dificuldades peculiares de uma região considerada de difícil acesso, mas que tem conquistas nobres que engradecem e abrilhantam o nome da corporação no estado do Pará.

As programações se iniciaram com um ciclo de palestra educativas e prevenção em escolas públicas e associações de barraqueiros, pescadores e demais categorias que atuam no entorno do ambiente aquático. Foi discutido assuntos de caráter preventivo através de materiais didáticos visando proporcionar orientação à comunidade de forma geral.

Foi celebrado um culto de ação de graças para poder agradecer e refletir a importância da criação deste grupamento para a comunidade. A noite foi promovido apresentação para o público na Praça da Independência, onde foi possível fazer uma amostra do serviço Bombeiro Militar, com exposição de materiais operacionais de combate a incêndio, salvamento em altura e salvamento aquático, além de oficinas de primeiros socorros, combate a incêndio com uso de extintores e GLP e uma oficina na casa de fumaça.

No segundo dia de atividades foi realizado um torneio de futebol com as forças co-irmãs e parceiros. A grande revelação foi o time feminino que ficou com o troféu de 1º lugar. Após o amistoso aconteceu a entrega de troféus aos vencedores,  o gerente do Instituto Federal do Pará – IFPA, agradeceu e enfatizou a importância do Corpo de Bombeiros em Altamira e destacou as inúmeras ações heroicas do 9º GBM na região.

No terceiro dia foi realizado a 1ª Corrida do Fogo com um percurso de 5,8 km pelas ruas de Altamira que tinha como objetivo foco, arrecadar alimentos não perecíveis que serão destinados a instituições de caridade para realização de um natal solidário, no ato da inscrição foram arrecadados dois quilos de alimentos para cada inscrito, a corrida obteve participantes militares e civis. O Cabo Cleilson do 9° GBM foi o bombeiro melhor colocado na prova.

Para culminar as comemorações de 10 anos foi realizado uma solenidade de entrega de comendas a autoridades do município e aos parceiros que contribuem direto e indiretamente com o 9º GBM. “É com imenso sentimento de gratidão que recebi o título honorário de amigo do 9º GBM, resultado de um trabalho em parceria com Banco do Estado do PA e a corporação, reafirmo o compromisso de um atendimento de excelência e agradeço pelos trabalhos que o grupamento desempenha em nossa sociedade e sua nobre missão e salva vidas” declarou a senhora Camila, Gerente do Banpará em Altamira.

Para finalizar, foi servido um jantar para confraternizar e comemorar o momento que a unidade está passando. Atualmente é comandado pelo tenente Coronel Valtencir Pinheiro e possui um efetivo de 62 militares, com atuação nas áreas de: combate a incêndio florestal e urbano, atendimento pré-hospitalar, busca e resgate em área de selva, salvamentos terrestre, vertical e aquático, vistorias técnicas, proteção balneária por guarda-vidas e atividades de defesa civil.

Por Cabo BM Frederico