Bombeiros da vida na semana do aleitamento materno
Publicado: 11 de agosto de 2017 - Hora: 14:43

Bombeiros da vida  na semana do aleitamento materno

O Congresso Nacional sancionou recentemente a lei que institui o mês de agosto como o Mês do Aleitamento Materno e com isso passa a ser chamado de Agosto Dourado. Cidades do Pará receberam ações pela 26º Semana Mundial do Aleitamento materno com programações e ações na Santa Casa de Misericórdia com o apoio do Projeto Bombeiros da Vida, parceria que já existe há 15 anos.

No mês de agosto as ações de conscientização e esclarecimentos a respeito da importância do aleitamento materno, foram intensificadas por meio de palestras, reuniões em comunidades, espaços públicos e divulgação na mídia e o reforço da doação leite.

“a amamentação é o pilar, é uma estratégia que ajuda a salvar vidas, a nossa meta é reduzir a mortalidade neonatal e principalmente nos bebês de risco que estão internados aqui na Santa Casa”, afirma a coordenadora do Banco de Leite, Cynara Souza.

O Projeto Bombeiros da Vida ajuda na orientação de como armazenar e realizar a coleta que é feita semanalmente. O primeiro contato é levar o material para essa possível doadora, onde é feita a extração do leite pela própria mãe, após isso, é passada a orientação dos bombeiros de como deve ser feita higienização. É entregue um kit com o pote de armazenamento, tocas para prender o cabelo e uma máscara para ser utilizada na hora da retirada do leite materno. A higiene é muito importante para o leite não seja comprometido com bactérias.

O leite materno é o melhor alimento que um bebê pode receber nos seus primeiros anos de vida, sendo indicado até dois anos ou mais. É o alimento mais completo para promover o crescimento e desenvolvimento infantil.

A coordenadora do Banco de leite da Santa Casa, Synara Souza explica como é feito o processo após o trabalho de coleta feito pelos bombeiros, “quando o leite chega ele é passado pelo controle de qualidade, nós vamos atestar: se a mãe fez a higienização das mãos, se foi feito um armazenamento adequado, quando são feito os testes, é constatado a acidez, a avaliação calórica do leite e posteriormente a pasteurização que é processo de esterilização que elimina microrganismos nocivos e a análise microbiológica, ou seja, se ele passar por todos esses testes, nós podemos dizer que ele está conforme para o uso, não é feita nenhuma modificação, apenas atestamos a conformidade do leite através do controle de qualidade”, explicou.

A nutricionista e doadora, Barbara Paraense, conta como virou doadora: “eu fiquei sabendo através de um amigo bombeiro que me explicou sobre o banco de leite e me orientou a procurar a Santa Casa, como eu tive problema com o aleitamento da minha filha, eles foram super atenciosos e me ajudaram, e eu pude observar o quanto era importante essa doação e resolvi retribuir, a minha filha tem 7 meses e eu faço a doação desde quando ela tinha 45 dias”, afirmou.

Dicas para uma boa alimentação durante a amamentação:

• Coma alimentos naturais e evite industrializados

• Procure um nutricionista

• Não se preocupe em perder peso

• Beba bastante líquido

• Durma bem

• Não fique muito tempo sem comer

Em todo o mundo, apenas 38% das crianças são amamentadas exclusivamente conforme as recomendações de entidades como a Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde e outras, que é o aleitamento materno exclusivo e em livre demanda até o sexto mês de vida. Há uma meta global a ser atingida até 2025, que é de pelo menos 50% dos lactentes receberem o aleitamento materno.

“Na semana do aleitamento materno trabalhamos mais uma vez com a parceria que já existe há 15 anos, e trabalhamos como eventos, entrega de folders, orientações e além de mamaços realizados em nossa capital. Nós bombeiros, carregamos o lema “vidas alheias, riquezas salvar” e nosso maior trabalho aqui é diminuir a mortalidade, por isso, é importante a doação”, explica a sargento Rubenita Trindade, coordenadora do Projeto Bombeiros da Vida.

Para doar é preciso se cadastrar no banco de leite direto na Santa Casa ou pelos sites da Santa Casa (www.santacasa.pa.gov.br) e do Corpo de Bombeiros (www.bombeiros.pa.gov.br). Também é possível fazer o cadastro pelos números 4009-2312 ou 4009-0375.

Por Carlos Yury

Fotos: ASCOM CBMPA

Compartilhar: