Operação Verão 2019: Bombeiros fazem prevenção em Abaetetuba
Publicado: 27 de julho de 2019 - Hora: 18:16

Operação Verão 2019: Bombeiros fazem prevenção em Abaetetuba

 

A praia de Beja, localizada em uma comunidade do Município de Abaetetuba, no Estado do Pará, conta com a prevenção e proteção balneária do Corpo de Bombeiros Militar do Pará. O balneário do Castelo, o Guajará de Beja e a própria praia de mesmo nome são áreas muito visitadas nesta época do ano por veranistas de diversas localidades, e até mesmo turistas do país inteiro. Ao todo, a ação conta com 15 guarda-vidas especializados na prevenção e proteção balneária, com auxílio na parte de Urgência e Emergência.

Praia:  A praia tem características diferentes: sem ondas devido ser uma água de rio, porém, um pouco perigosa devido ao fluxo de animais marinhos como arraias, e também por conta da baixa da maré, que proporciona um belo espetáculo da natureza que envolve o lugar. Os Bombeiros atentam para a segurança do local trabalhando sempre na prevenção e orientação também ao uso das tradicionais pipas com suas linhas enceradas, que representam uma perigosa brincadeira  proibida em várias praias do Estado. Segundo o Subtenente Raiol, Comandante da prevenção na praia de Beja, a população colabora muito com os guarda vidas, visto que ao longo do mês de julho/ férias, a procura pelo lugar tem sido grande. O verão está seguindo bem tranquilo, com poucos atendimentos na barraca do Bombeiro que está montada na praia. Apenas uma ocorrência de ferroada de arraia em um adolescente foi atendida; a equipe de socorristas fez os primeiros cuidados e o mesmo foi colocado na viatura da Unidade de Resgate e encaminhado até o posto de saúde do Município.

Balneário do Castelo:  O local, um braço de rio denominado de Arapiranga, é um pequeno balneário que conta com a prevenção de 4 guarda-vidas. Pessoas procuram o recinto pela sua calmaria e pelo contato com a natureza. A proteção no local está sendo feita pelos Bombeiros, já que as pessoas têm o costume de tentar atravessar o braço de rio, gerando um enorme risco de um afogamento. Há também a presença de sinalização com placas educativas.

Guajará de Beja: O local é caracterizado por uma pequena comunidade onde se chega apenas por meio fluvial: com lanchas, barcos ou navios de grande porte. Para aproveitar também as belezas daquele lugar de forma segura, 4 guarda vidas estão atentos tanto às embarcações que chegam quanto ao público presente, que prefere aproveitar bastante o passeio nas embarcações para chegar à ilha.

 

ASCOM CBMPA