Igreja de Santo Expedito comemora 10 anos
Publicado: 24 de Abril de 2018 - Hora: 11:23

Igreja de Santo Expedito comemora 10 anos

Fundada em 19 de abril de 2008, a Igreja Matriz de Santo Expedito foi um sonho idealizado, e logo depois, concretizado, através de doações e muita fé. Há 10 anos esse serviço vem se tornando reflexo de mudança na vida de centenas de pessoas que são acolhidas na Igreja, através de grupo de orações, ações sociais, que envolvem desde crianças aos adultos. Vale ressaltar, que a maioria dos envolvidos compromissados da comunidade são jovens. E em comemoração a este dia tão especial a igreja abriu as portas abertas para visitação o dia todo, uma ótima oportunidade para quem ainda não foi visita-la. A programação fez parte da festividade de Santo Expedito e atraiu centenas de fieis durante a semana de comemoração de aniversário.

Há 24 anos atrás, Diácono Emanuel sentiu-se chamado a assumir o cargo de capelão no Corpo de Bombeiros, quando essa vaga foi disponibilizada, pensando principalmente na evangelização. “Eu nunca pensei em seguir a carreira militar, porém, quando surgiu o concurso e não tinha um sacerdote para assumir, eu me senti vocacionado, e foi uma mudança radical na minha vida, no início foi até estranho pois eu não estava acostumado, hoje eu amo, percebo o quanto Deus me abençoou”, afirma o fundador, que foi ordenado Diácono dia 08 de Junho de 2007.

A ideia de montar uma capela dentro do Corpo de Bombeiros, era um sonho há muito tempo. Sendo assim, foi pensado em um espaço religioso, para celebrações, e também para ter um encontro pessoal com Cristo Jesus. Mas, por qual motivo foi escolhido Santo Expedito? Paulo Eduardo, é catequista e explica que: “Santo Expedito é o padroeiro das forças auxiliares (Policia Militar e Corpo de Bombeiros Militar), a escolha foi do nosso fundador, incentivado pelo então Arcebispo militar, D. Ávila, motivando a devoção a um santo popular, e como a figura de Santo Expedito era muito presente em nossas vidas, nosso capelão então dedicou a construção da capela e a devoção ao Santo das causas urgentes”.

Por Cristo Alegria

Edição: Ascom CBMPA