Corpo de Bombeiros realiza monitoramento com o apoio do Exército Brasileiro e Força Nacional
Publicado: 27 de agosto de 2019 - Hora: 14:15

Corpo de Bombeiros realiza monitoramento com o apoio do Exército Brasileiro e Força Nacional

 

Neste domingo (25), o Corpo de Bombeiros Militar do Pará de Altamira realizou monitoramento e georreferenciamento de focos de incêndio, com o auxílio de uma aeronave do Estado, na mesorregião Sudoeste do estado do Pará. A ação aconteceu nos municípios de Altamira, Brasil Novo, Medicilândia, Uruará, Placas, Rurópolis, Itaituba, e Novo Progresso. 

A equipe foi composta pelos militares: Capitão Bombeiro Militar Saimo, Cabo Bombeiro Militar Roberto, Capitão do Exército Brasileiro Renderson, Capitão Jhonatan da Marinha do Brasil. 

Na manhã desta segunda-feira (26), um helicóptero Super Cougar da Marinha do Brasil chegou a Altamira na base do 51º Batalhão de Infantaria de Selva, para ajudar na Operação “Verde Brasil”. Em seguida, os militares realizaram um sobrevoo da região para recolhimento territorial, com objetivo de mapear a área apontada com focos de queimada e de extração de madeira ilegal, como Altamira, Brasil Novo e Unidade de conservação “Estação Ecológica Terra do Meio”, localizada dentro do território do município de Altamira. A aeronave que levou os quatro tripulantes tem a capacidade de levar um total de até 31 pessoas, e é preparada para despejar água, caso seja necessário. 

O método de trabalho, aplicado para esse levantamento, está sendo feito através de identificação de focos de calor através das plataformas institucionais e imagens de satélite. Essas informações servem para autenticar a veracidade das informações, tendo como ponto de partida os planejamentos ao combate das ocorrências.

Até o presente momento, não foi mapeado grandes focos de incêndio na área monitorada.

A Operação Verde Brasil, do Ministério da Defesa, foi deflagrada após a publicação do Decreto Presidencial número 9.985, de 23 de agosto de 2019, que determina o emprego das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem e para ações subsidiárias, com validade até o dia 24 de setembro de 2019.

 

ASCOM CBMPA