CORPO DE BOMBEIROS E GOVERNO DO ESTADO EM AÇÃO DA DEFESA CIVIL
Publicado: 24 de março de 2019 - Hora: 16:30

CORPO DE BOMBEIROS E GOVERNO DO ESTADO EM AÇÃO DA DEFESA CIVIL

Na manhã deste domingo (24), o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Pará, Cel QOBM Hayman, juntamente com o Governador do Estado, Hélder Barbalho, o vice-governador, Lúcio Vale, o secretario de desenvolvimento econômico, Iran Lima, o deputado Chicão e o presidente da COHAB, deputado estadual José Scaff, decolaram para São Domingos do Capim e Paragominas, em uma ação da Defesa Civil Estadual na Operação Enchentes.

A medida visa dar apoio à população da região após a forte chuva que atingiu o município na madrugada da última sexta-feira (22), que registrou, de acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), cerca de 192mm em 8 horas.

Depois que a água atingiu casas em diversos bairros da cidade, a prefeitura municipal de Paragominas decretou situação de emergência.

O trabalho de resgate de famílias em situação de risco tem sido realizando desde a sexta-feira, com o apoio do 1º Grupamento de Proteção Ambiental (GPA) do Corpo de Bombeiros, sob o comando do Tenente Coronel QOBM Luís Cláudio, equipes da prefeitura, Polícias Militar e Civil e Defesa Civil Municipal. Não houve mortes ou desaparecidos.

Técnicos da prefeitura de meio ambiente juntamente com o prefeito, Paulo Tocantins, fazem sobrevoos pela cidade para verificar os danos. Ainda não se pode afirmar se o grande volume de águas têm outras causas, além da quantidade de chuvas muito acima do normal.

A prefeitura estabeleceu pontos para abrigar e dar o suporte necessário às famílias atingidas. O número (91) 99114-7545 foi disponibilizado para emergências.

Em São Domingos o apoio foi dado pelo 2º Grupamento Bombeiro Militar, sob o comando Tenente Coronel, Olímpio, e do coordenador adjunto da Defesa Civil Estadual, Tenente Coronel Benjó. Além de equipes do quartel de Castanhal e da prefeitura de São Domingos do Capim, que em virtude das fortes chuvas dos últimos dias contabiliza total de 5.682 pessoas afetadas, sendo 42 famílias desabrigadas, o que representa 252 pessoas; 250 famílias desalojadas, o que significa 1061 pessoas desalojados; 58 enfermos; e outros 4311 afetados.

ASCOM CBMPA