Corpo de Bombeiros continua atuando na Operação Fênix
Publicado: 30 de agosto de 2019 - Hora: 14:36

Corpo de Bombeiros continua atuando na Operação Fênix

 

O Corpo de Bombeiros Militar do Pará está combatendo incêndios e capacitando militares do CBMPA e Exército Brasileiro em todo o Estado, através da Operação Fênix.

Na última terça-feira (27), o Grupo de Combate à Incêndios Florestais na Amazônia (GCIFA), do 10° Grupamento Bombeiro Militar/Redenção, começou a atuar em áreas de Proteção Permanente em torno da fazenda “Sonho Meu”, no município de São Félix do Xingu. Atuaram também em Redenção, fazendo o levantamento do local e combatendo queimadas.

Na quarta-feira (28), com o apoio de 15 homens da região que utilizavam equipamentos específicos, o CBMPA fez concentrações em frente aos focos de incêndio, construindo uma proteção (aceiro) para conter o fogo, com o objetivo das chamas não chegarem ao capim.

Na quinta-feira (29), com o vento forte e evolução das chamas, a Guarnição avaliou a necessidade de apoio técnico para a contenção dos incêndios, fazendo a necessidade de chamar uma equipe reforço com 10 militares de Belém para REDENÇÃO, e 10 para PARAUAPEBAS.

A OPERAÇÃO: 39 Unidades Bombeiro Militar estão participando da ação, com orientações e atribuições integradas de cidades como Belém, Ananindeua, Castanhal, Parauapebas, Mosqueiro, Salinas, Santarém, Marabá, Barcarena, entre outras. O reforço do efetivo se dá pela existência de áreas no Estado com a concentração dos maiores índices de queimadas. Com isso, os 50 militares estão compondo as Guarnições em Combate a Incêndio Florestal (GCIF´s), sendo cada equipe formada por especialistas do Corpo de Bombeiros Militar e apoio do Exército Brasileiro. A atuação está sendo efetuada nas áreas mais afastadas das cidades.

Dada as circunstâncias, os Grupamentos que estão servindo como Base Operacional Prioritárias são os grupamentos de Marabá com 1 Guarnição, Itaituba com 3 Guarnições, Altamira com 3 Guarnições, Redenção com 1 Guarnição, e Parauapebas com 1 Guarnição, onde os militares estão se estabelecendo e avançando para as áreas de atuação.

 

ASCOM CBMPA