ABERTURA DA VI SEMANA PEDAGÓGICA DO PEV
Publicado: 16 de abril de 2019 - Hora: 14:16

ABERTURA DA VI SEMANA PEDAGÓGICA DO PEV

 

O Corpo de Bombeiros Militar do Pará realizou a abertura da VI Semana Pedagógica do Programa Escola da Vida (PEV) com a temática “A importância dos programas sociais como instrumento de transformação na sociedade atual”, no auditório do Quartel do Comando Geral, localizado na Avenida Júlio César, no bairro de Val-de-Cans em Belém, nesta  sexta-feira, dia 15.

O evento contou com a presença Comandante-geral do CBMPA, Coronel Hayman Apolo Gomes de Souza, o Comandante Operacional do CBMPA, Tenente Coronel  Pinheiro, o Diretor de Ensino e Instrução do CBMPA, Tenente Coronel Jaime Oliveira, o Comandante do 14ºGBM e Coordenador do PEV, Tenente Coronel Rocha e os coordenadores PEV de todo o Estado, assim como, alguns convidados, dentre eles, a representante do Diretor de Monitoramento das Unidades de Conservação do Pará, Bianca Cardoso, a professora da UEPA, Jane Neves, a Presidente da Fundação Parápaz, Ray Tavares e o pastor da Assembleia de Deus, Romero Brito.

Na cerimônia estiveram presentes os monitores do município de Curralinho, que conta com o apoio do Grupamento Bombeiro Militar de Breves e que já formou cerca de 40 monitores, se destacando pelo desenvolvimento na área de selva, trabalhando na prevenção dos alunos que vivem em áreas de risco, com foco na disciplina, acompanhando os alunos no dia a dia, segundo informações do Sargento BM Carneiro, que atua como instrutor no Programa Escola da Vida.

“Eu entrei no projeto quando eu tinha 13 anos de idade, quando ainda não era PEV,  funcionava lá em Curralinho como Bombeiro Mirim, depois de um ano e meio virou  oficialmente Programa Escola da Vida. No decorrer desse tempo, depois de 3 anos surgiu o curso de monitor, no começo foram formados 23 monitores e eu entrei na primeira turma. Antes do PEV, a minha visão de mundo era bem diferente, várias coisas que eu não sabia eu aprendi lá. Principalmente, a questão das drogas, com certeza o maior aprendizado que eu tive foi sobre as drogas, pois eu não me envolvo e nem pretendo me envolver” disse o estudante de 17 anos, Lucas Maia Ferreira, que sonha em seguir na carreira militar.

 

ASCOM CBMPA

Por: Carla Renata Cruz

Fotos: Subtenente RR Washington / Carla Renata Cruz