CBMPA E DEFESA CIVIL FAZ PREVENÇÃO NO CLÁSSICO RE X PA

 

Na tarde deste domingo(08), o Corpo de Bombeiros Militar do Pará, esteve presente na prevenção do clássico Remo e Paysandu, realizado no estadio Edgar Proença, o Mangueirão. A partida marcada para as 16h00, teve que ser adiada em uma hora, iniciando às 17h00, devido a queda de placas de recobrimento do reboco localizado no teto onde ficam os banheiros e os bares do lado B, destinado à torcida do Paysandu. De imediato, o CBMPA foi acionado para inspecionar o local e constatou, após a vistoria preliminar, que o problema ficou concentrado apenas na parte do reboco não havendo riscos aos torcedores. Segundo o Coronel Hayman Souza, Comandante Geral do CBMPA e Coordenador Estadual de Defesa Civil esteve presente e acompanhou a vistoria. As medidas preventivas foram tomadas para resguardar a segurança do público em geral. “Após nos informarem do sinistro, primeiramente foi feita uma vistoria geral nas estruturas do estádio através dos tecnicos do Centro de Atividades Tecnicas e da Diretoria de Serviços Técnicos do CBMPA, para ter certeza da liberação para a partida, a parte afetada foi isolada e amanhã será feita uma vistoria mais criteriosa do local “, esclareceu o comandante. Estiveram presentes durante a vistoria o Coronel Reginaldo Pinheiro Comandante Operacional, o Coronel Jaime Oliveira, Diretor de Serviços Técnicos, Tenente Coronel Marques Superior de Dia e o Tenente Coronel Nogueira Chefe do Centro de Atividades Técnicas do CBMPA.
Segundo o comandante da prevenção Tenente Coronel Farias, o efetivo no local foi de 88 militares, escalados na prevenção, cobrindo todas as áreas do estádio, ao final nao houve nenhuma ocorrência de grande relevância. “Levando em consideração o fato anterior a partida após análise da equipe técnica da corporação com a presença do comandante geral, nos deu respaldo para dar prosseguimento à prevenção, estávamos preparados para atuar em qualquer eventualidade durante todo o jogo, porém não houve nenhuma intercorrencia de grande vulto, levando em consideração a quantidade de público presente no clássico, o próprio placar final do jogo ajudou, pois com o empate a torcida saiu de forma ordenada sem causar tumulto”.

ASCOM CBMPA