CBMPA/DEFESA CIVIL ESTADUAL RECEBE 56 NOVAS VIATURAS

 

 

O Comandante Geral do CBMPA, Coronel BM Hayman Souza, reforçou a importância da entrega dessas viaturas à Corporação: “é de grande importância a entrega desses 56 novos veículos, onde todas áreas da Corporação serão atendidas: administrativo, saúde, defesa civil, perícia e vistoria. Nossos 26 Grupamentos estarão renovando sua frota, para um melhor atendimento à população. Tivemos também o anúncio do concurso público para 405 novos militares, isso será um aporte e diminuirá nosso déficit de efetivo. “Na manhã desta terça-feira (23), o Governo do Estado realizou a entrega de 56 novas viaturas ao Corpo de Bombeiros Militar do Pará e Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, em cerimônia realizada no Quartel do Comando Geral da Corporação, em Belém.
Das 56 novas viaturas, 40 são caminhonetes locadas para vistorias técnicas e para o desenvolvimento de atividades de Defesa Civil, 16 veículos próprios, sendo 06 caminhonetes e 10 veículos tipo hatch para as seções administrativas, que serão distribuídas nos Grupamentos da capital e interior do estado. Destaca-se que os recursos para as aquisições citadas adviram do orçamento estadual e do Fundo de Investimento de Segurança Publica (FISP).

 

Segundo o Governador do estado, Helder Barbalho, é o Governo do estado equipando o Corpo de Bombeiros nas diversas regiões do Pará: “nos estamos ampliando a frota que serve ao Corpo de Bombeiros, que reforçarão as ações e permitirão um melhor serviço; esta é uma estratégia de fortalecimento da presença da Corporação em todo o estado. Sabemos a importância do Corpo de Bombeiros em defesa da vida, para salvar nossa população nos momentos mais difíceis e com estas ações estaremos cada vez mais estruturados e em condições de bem servir à nossa sociedade.”
Na oportunidade o Chefe do Executivo reafirmou o envio do projeto de lei que equipara o soldo das Praças do CBMPA e PMPA com o salário mínimo, permitindo que ao tempo que for aprovado, sancionado e começar a vigorar em nosso estado, um Soldado receberá um reajuste de 29% no seu soldo. A intenção é que se torne uma regra, anualmente haja esta equiparação com o salário mínimo, uma vez que este ano os governantes não podem conceder aumento, porém a equiparação não deve ser interpretado como aumento.

ASCOMCBMPA

Fotos: Letícia Lima