8º Grupamento Bombeiro Militar(Tucuruí)

8º Grupamento Bombeiro Militar(Tucuruí)

Histórico da unidade

Fruto da política de interiorização do CBMPA iniciada em meados do ano de 2005, através da qual diversas Unidades Bombeiro Militar foram concebidas no interior do Estado, bem como através da iniciativa do poder público municipal, no dia 22 de Maio do ano de 2006, foi assinado o convênio de número 002, cuja finalidade era estabelecer os parâmetros da parceria entre a Prefeitura Municipal e Governo do Estado com vistas à fundação de um quartel do Corpo de Bombeiros em Tucuruí-Pa, às margens da BR 422, iniciando, portanto, a cobertura preventiva na chamada Região do Lago da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, composta por sete municípios circunvizinhos do Sul do Pará.

Com base no referido convênio, ficou estabelecido que a Prefeitura Municipal em Tucuruí, na pessoa de seu então prefeito, Exmº Sr. Cláudio Furman, dentre outras obrigações, se responsabilizaria pela construção do quartel da UBM, sendo que, parte dos recursos necessários para tal seriam repassados pelo Governo do Estado através do CBMPA, conforme previsto na planilha de repasses constante do convênio assinado com prazo final de repasse em Agosto de 2006, o que foi integralmente cumprido pelo CBMPA, totalizando um valor de R$ 243.000,00.

Porém, passados mais de 02 (dois) anos após a assinatura do convênio, ainda que houvesse iniciativas por parte da Corporação no sentido da cobrança e fiscalização da implementação do quartel, a obra ainda se encontrava inacabada e sem previsão de conclusão, de modo que, o Comandante Geral do CBMPA, com o intuito de acelerar o processo a fim de que finalmente a nova UBM fosse inaugurada, nomeou em Abril de 2008 seu atual comandante do 8º Grupamento Bombeiro Militar, o Cap QOBM Helton Charles Araújo Morais, que assumia a função com a missão de se munir de todas as iniciativas a fim de que a UBM fosse concluída e entrasse em operação. No entanto, mesmo que todas as medidas tenham sido tomadas pelo referido oficial, o inadimplemento por parte da Prefeitura Municipal ainda permanecia e, observada a necessidade premente do serviço do Corpo de Bombeiros no município, bem como a proximidade da formatura dos 50 (cinqüenta) alunos soldados destinados ao quartel em Tucuruí, Foi estabelecida uma criteriosa seleção de graduados que se transferiram para Tucuruí, para que se iniciassem as atividades do 8º Grupamento Bombeiro Militar no município em Junho de 2008, ainda com a estrutura física do quartel inacabada.

O Trem de Socorro da UBM contava apenas com uma viatura: o AR-34 que se constituiu em uma viatura de salvamento começando a prestar apoio à população Tucuruiense, de maneira ainda elementar, mas já marcando presença na região conquistando efetivamente o seu espaço junto aos já existentes serviços públicos no município.

Para que isso fosse possível, buscou-se apoio junto às iniciativas públicas e privadas no sentido providenciar a logística básica para o funcionamento como: alojamentos provisórios, estrutura administrativa, etc., e nesse quesito, a empresa Camargo Corrêa S/A, instalada no município em razão da obra das Eclusas de Tucuruí, figurou como parceira fundamental.

O CBMPA, por sua vez, com base no conhecimento do trabalho já desempenhado pela recente UBM e com apoio preciso do Governo do Estado, aplicou esforços para o envio da movelaria e aparelhamentos necessários ao funcionamento da UBM. As obras do quartel, no entanto, continuavam paralisadas, sendo que a situação de inércia por parte da então administração municipal agravou-se em razão da campanha eleitoral iniciada em outubro de 2008.

Não obstante aos desafios já enfrentados pelo efetivo do 8º GBM-Tucuruí, em uma madrugada de Setembro de 2008, já ocupando a estrutura inacabada do quartel, a UBM sofreu um severo golpe da natureza. A ocorrência de uma tempestade com ventos comparados a um tufão destruiu o pouco que a PMT tinha implementado na estrutura. A cobertura do bloco posterior do quartel, que corresponde aos alojamentos, cozinha e refeitório, foi literalmente arrancada e o forro destruído, ocasionando um inevitável retrocesso no processo de implementação da UBM, que se viu obrigada a alojar os militares em uma minúscula sala administrativa no bloco que ainda restara de pé. Contudo, em momento algum a atividade operacional foi interrompida.

A partir de então o comando do 8º GBM começou a estabelecer medidas de reparação temporária na UBM, uma vez que a estrutura construída pela PMT começou a apresentar fragilidades inerentes à qualidade do serviço como infiltrações na cobertura, falta d’água, fragilidade estrutural, lama na pista de acesso etc., e a cobrança junto à prefeitura se intensificou.

Com a mudança na administração municipal, em Janeiro de 2009, obteve-se a resposta definitiva quanto à responsabilidade da prefeitura na construção do quartel. Em audiência com o atual prefeito, Exmº Sr. Sancler Ferreira, o mesmo se posicionou no sentido do não cumprimento do convênio assinado pela administração anterior, uma vez que já havia um claro inadimplemento das cláusulas de responsabilidade da PMT, o tornando nulo o referido documento. O prefeito municipal no entanto, facultou regularmente o apoio logístico de custeio das atividades do CBM no município, bem como apoio esporádico à UBM em situações emergenciais, ficando no aguardo da assinatura de um novo convênio com o Governo do Estado. Estava claro que o CBMPA teria que assumir sob suas custas o reinício da obra, bem como a reforma da parte que havia sido destruída.

Não obstante ao fato de que as dificuldades enfrentadas pelo efetivo do 8º GBM fossem visíveis, as atividades operacionais e administrativas da UBM não pararam de crescer. Em 07 de Abril de 2009, a UBM recebeu uma moderna viatura de incêndio, o ABT-16, com capacidade de 6.000 lts d’água, em Agosto do mesmo ano, foi a vez da UBM ser contemplada com uma viatura de resgate, a Resgate-30. A essa altura, o grupamento já contava com três viaturas em seu trem de socorro, duas embarcações motorizadas sendo, um flexboat com motor de 25 HP e uma lancha LEME com motor de 115 Hp, conjunto desencarcerador completo, quatro aparelhos de respiração autônoma, quarenta uniformes completos de aproximação, 30 (trinta) capacetes Galet, além de uma infinidade de equipamentos e instrumentos que, juntamente com o preparo da tropa, nesse momenta já cotando com o efetivo dos novos soldados totalizando 65 (sessenta e cinco) militares, foram responsáveis por colocar o nome do Corpo de Bombeiros dentro do mais alto nível de confiança e respeito junto à população tucuruiense. Todo esse crescimento demandou um investimento por parte do Governo do Estado que ultrapassou seguramente a ordem de R$ 1.000.000,00.

O 8º GBM foi de fundamental importância no auxílio às famílias desabrigadas em razão do período das cheias sazonais de inverno no ano de 2009; Realizou uma operação veraneio em 2009 sem precedentes no município, uma vez que foi interrompida uma rotina anual de óbitos nos balneários em Tucuruí não sendo registrado nenhum óbito no período, fato este que foi alvo de ampla cobertura da imprensa local; penetrou finalmente no seio da cultura da sociedade que, com a instalação do telefone de emergência 193, passou a estabelecer contato direto com o serviço do Corpo de Bombeiros; participou de todos os eventos cívicos e militares dentro do município desde o início de suas atividades; consolidou o serviço de atividades técnicas através da criação da SAT em Tucuruí, pautando suas operações com base na ética e produtividade; em fim, ainda que o quartel não oferecesse ainda a estrutura necessária ao funcionamento pleno da UBM, o Corpo de Bombeiros é uma realidade irrefutável consolidada na região.

Após diversos relatórios emitidos, de todo um processo que, devido à complexidade demandou um período de cerca de um ano, finalmente o Governo do Estado alocou espaço dentro do seu planejamento e através de recursos oriundos do FISP (Fundo de Investimento de Segurança Pública), iniciou-se a obra de conclusão do quartel em Tucuruí em Janeiro de 2010, com previsão de inauguração para Junho do mesmo ano. Para a referida obra foram investidos recursos da ordem de R$ 750.000,00.

No dia 13 de agosto de 2010 a inauguração foi realizada e contou com a participação de autoridades locais, além da alta patente do Corpo de Bombeiros. As instalações prediais contaram com 04 salas administrativas, 02 áreas de recepção, 01 auditório com capacidade para 40 pessoas, 04 alojamentos, refeitório, cozinha, 02 salas para almoxarifado e APH, além da guarita e de uma quadra de esportes, tudo isso estruturado em um projeto, que, visto dos altos, lembra o avião 14-bis.

Ainda no ano de 2010 e também em 2011,  as guarnições estiveram empregadas no serviço de Defesa Civil no auxilio a desabrigados e desalojados pelas enchentes provocadas pelas fortes precipitações de chuvas na região.

Nos anos de 2014 e 2015 houve uma intensa operação de combate a incêndio florestal na região de Tucuruí. Com mais de 30 000 focos de incêndios florestais, o Governo do Estado juntamente com o Governo Federal disponibilizaram a aquisição, pelo Quartel do 8º GBM, das VTR’s ATF-05, ABTF-07, ATT-02 e AFR-10 aumentando consideravelmente a frota desta unidade o que possibilitou a ação efetiva no combate a incêndios florestais e ocorrências de “fogo no mato”.

Sob o Comando do MAJ QOBM José Raimundo Lélis Pojo, em 03 de março de 2015, o Programa Escola da Vida, foi inaugurado e estruturado para 40 alunos. Se  iniciou com as atividades de noções básica de conhecimentos da profissão bombeiro militar, com aulas de primeiros socorros, prevenção a incêndios, nós e amarrações, musicalização e natação.

No ano de 2016, o MAJ Paulo Vinicius da Costa Sarquis juntamente com o CAP QOBM Anderson Costa Campos, assumiram o comando da unidade. E em agosto, foi realizado, em comemoração ao 8º ano de criação do 8º GBM, a semana de prevenção contra incêndio e pânico e a corrida de rua com o tema “1º Corrida alusiva ao 8º aniversário de criação do 8º GBM – Conservando a Vida e o Meio Ambiente” que contou com a participação de mais de 600 pessoas.

Portanto é notório que o saldo do 8º GBM é positivo e gozamos de avaliação positiva em todos os âmbitos da sociedade tucuruiense e, temos consciência de que temos oferecido um serviço de qualidade ao nosso público alvo, cumprindo todas as esferas de nossas atribuições quer seja na área de prevenção, combate a incêndio, salvamento de toda sorte, atividades de vistoria e outras.

Comandante:MAJ QOBM PAULO VINICIUS DA COSTA SARQUIS

Subcomandante: CAP QOBM ANDERSON COSTA CAMPOS

Contatos da unidade

Endereço: BR-422, Av.Veridiano Cardoso Km4/5 S/N°,Tucuruí-Pa CEP:68.455-000

Tel: (94)3787-1088/1089]

Comandante: 8803-1415

Email: Tucurui_8gbm@hotmail.com

 

Galeria de fotos