Militares participam de circuito de combate a incêndio e salvamento
Publicado: 14 de junho de 2018 - Hora: 15:13

Militares participam de circuito de combate a incêndio e salvamento

Veja mais fotos

Ocorreu na manhã de hoje, 14, o segundo dia das Olimpíadas Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBMPA), o evento faz parte da programação de Aniversário do Corpo de Bombeiros Militar. O primeiro dia de provas foi realizado ontem, 13, no Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (CIABA), com provas do tipo Salvamento Aquático. Nesta quinta-feira, as provas foram do tipo de Salvamento e Resgate, e aconteceram no Comando Geral do CBMPA.

Nos dois dias de evento cerca de 166 militares participaram, sendo 118 nas provas aquáticas e 48 no circuito de Resgate e Salvamento. O objetivo das Olimpíadas dos Bombeiros é cultivar as atividades esportivas, trabalhar a preparação física, intelectual e emocional e o constante treinamento da tropa, além de fortalecer o espírito de companheirismo. 

Sobre a preparação física o sargento do Corpo de Bombeiros, Bolivar,  explica que é primordial para o melhor desempenho da ocorrência. “No desafio bombeiro de aço a gente sentiu a dificuldade de respirar no momento de resgatar a vítima, foi uma etapa difícil”, frisou. Durante a prova os militares tiveram que executar o circuito de deslocamento do bombeiro até o local da ocorrência, devidamente equipado com a ferramentos para o salvamento do boneco de 80 quilos, que simulava a vítima.   

Para o capitão Leonardo Sarges, um dos organizadores do evento explica que o Bombeiro de Aço é uma prova de nível internacional. “Na intenção de provar, cada um, o seu limite e que sempre possa ser feito com maior agilidade e com maior competência, que é o nosso interesse em fazer em qualquer ocorrência de caso real”, frisou.

Os circuitos contam com a participação de 8 equipes das Unidade de Bombeiro Militar (UBM) da Região metropolitana de Belém. A competição ‘Desafio Bombeiro de Aço’ e a prova de ‘Salvamento Aquático’ fazem alusão ao o lema das Olimpíadas Bombeiro 2018: “agilidade e competência”. “A prova foi complexa. Mas foi uma grande vitória poder completar esse circuito”, disse a soldada do 18º Grupamento Bombeiro Militar, Alessandra Carmina.

De acordo com o Tenente Coronel Silva Júnior, o principal intuito é fazer com que o foco dos militares seja a preparação para as ocorrências diárias, “treinamento dentro das técnicas que devem ser aplicadas, no condicionamento físico. Quando o militar começa a se preparar diariamente, ele faz com que seu desempenho nas ocorrências melhore”, pontuou.

 

Texto: Ascom CBMPA
Fotos: Sargento Carlos

Compartilhar: