Militares do 12º GBM realizam palestra sobre os riscos do uso de linha encerada
Publicado: 12 de julho de 2017 - Hora: 09:51

Militares do 12º GBM realizam palestra sobre os riscos do uso de linha encerada

No último dia 26/06 (segunda-feira), os militares do quartel do 12º GBM – Santa Izabel, 3º SGT BM César e CB BM Emiliano, realizaram a palestra sobre prevenção de riscos de empinar pipas com linha com cerol, para alunos da Escola Municipal Nossa Senhora do Carmo, no Município de Benevides.

A gestora da Escola (Cássia de Lima), ressaltou a importância de promover a prevenção dos riscos de acidentes causados com esse tipo de linha, onde ocorre maior número de acidentes no período das férias escolares ( mês de julho), com pedestres, motociclistas, cliclistas e animais. Com o objetivo de que essas crianças sejam mais conscientes ao risco do uso da linha com cerol.

O cerol tradicional é uma mistura de pó de vidro (normalmente de bulbos de lâmpadas) com cola, porém existem também varias modificações do cerol. Uma delas é substituir o vidro por pó de ferro, que é facilmente adquirido em serralherias. Por causa da presença do ferro, as linhas impregnadas com esta variante de cerol conduzem a eletricidade bastando um único contato da linha com os fios de alta tensão para que a pessoa seja eletrocutada. Mesmo sendo perigosa, a mistura com pó de ferro ainda é utilizada, porém em menor quantidade de que a mistura feita com vidro.

Com a adoção de algumas medidas de segurança é possível se divertir sem colocar vidas em risco. Confira:

• Não use linhas com fio de cobre ou cerol, pois só as de algodão são seguras.

• Preste atenção a motocicletas e bicicletas, pois a linha, mesmo sem cerol, é perigosa para os condutores;

• Não solte pipas perto de fios ou antenas para evitar choques elétricos;

• Não solte pipas em dias de chuva ou relâmpagos;

• Não retire pipas presas em fios de transmissão de eletricidade ou árvores, nem faça pipas com papel laminado, pois o risco de choque e acidente é grande;

• Procure locais abertos como, parques, praças ou campos de futebol;

• Não solte pipa em lajes ou telhados, para evitar quedas;

• Olhe bem onde pisa, especialmente quando andar para trás, para não cair;

• Caso a linha quebre, não corra atrás da pipa sem observar se o caminho é seguro, como atravessar ruas e passar por buracos, para evitar acidentes;

• Use luvas ao soltar pipa, para não machucar as mãos.

• Tente soltar pipa sem rabiola, como as arraias. Na maioria dos casos, ela prende no fio por causa da rabiola.

• A diversão faz bem à saúde, mas divirta-se com segurança.

Compartilhar: