Corpo de Bombeiros realiza o tradicional Baile do Espadim
Publicado: 12 de julho de 2017 - Hora: 10:08

Por volta das 22h da noite de sexta-feira, 30 de Junho, o CBMPA realizou no Grêmio Literário Português, em Belém, a cerimônia do baile do Espadim que registrou a presença de autoridades civis e militares. O evento fez parte das programações do dia nacional do Corpo de Bombeiros que neste ano comemora 161 anos, em 02 de julho.

Na ocasião foram apresentados os 30 alunos do Curso de Formação de Oficiais da 14ª turma da Academia Bombeiro Militar “CAP BM Antônio Veríssimo Ivo de Abreu”,  que receberam o Espadim Intendente Antônio Lemos na solenidade promovido pelo CBMPA em comemoração ao Dia Nacional dos Bombeiros. Neste ano a Academia completou 25 anos, de comprometimento com o ensino de qualidade e sendo referência na Região Norte e Nordeste formando futuros oficiais.

Ana Paula de 20 anos passou em 1° lugar no concurso dos Bombeiros para Oficiais e se emocinou ao receber o Espadim.  “Antes de me inscrever no concurso eu fui pesquisar o que os Bombeiros faziam e quais eram as funções, principalmente dos Oficiais, me encantei com a profissão porque estava dentro dos meus objetivos, algo que não encontrava numa Universidade. Pensava que não iria passar até que me ligaram do cursinho preparatório para falar que eu tinha passado no concurso em primeiro lugar, depois vieram os familiares me dando a notícia, foi então que a ficha caiu, e eu não tive outra reação além de comemorar. Ao receber o Espadim das mãos do Vice-Governador, e sair entre os outros alunos CFO para ficar em destaque na tropa me deixou muito lisonjeada e emocionada. Não esperava receber tantas honrarias e agora o Baile dos cadetes que é um evento muito importante para nós, porque significa que estamos dando mais um passo na nossa carreira”.
O CFO tem como objetivo de formar futuros oficiais de carreira do Corpo de Bombeiro Militar, os capacitando com conhecimentos, técnicas, habilidades gerais e específicas para o exercício das atividades de gerenciamento de riscos coletivos.
O Comandante da Academia Bombeiro Militar do Pará, Tenente Coronel BM Eduardo Celso foi quem incentivou os alunos do Curso de Formação de Oficiais promover o baile do Espadim. “É com extrema satisfação e orgulho que estamos hoje vivenciando um momento importantíssimo em nossa instituição, momento este de fortalecimento e união, pois os ideais e expectativas começam a ser comuns dentro de um grupo de jovens que almejam crescer na profissão admirada por muitos. Ser cadete é passar por experiências na Academia que ajudará fortalecer o sentimento de servir o CBMPA, não por um desejo egocêntrico, mas pela nossa missão fim que tem o lema ‘Vidas alheios e riquezas salvar'”, afirmou.
Foram entregues pelos alunos lembranças simbólicas em respeito ao profissionalismo e comprometimento com a instituição centenária e dedicação em oferecer um ensino com qualidade e excelência. Na ocasião os agraciados Comandante Geral do CBMPA, Coronel Zanelli Nascimento, O Secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Jeannot Jansen e o Comandante da Academia Bombeiro Militar receberam uma peça de cerâmica marajoara personalizada.
“Há mais de 3 mil famílias, de acordo com nosso efetivo de Bombeiros e elas estão dispostas a dar a vida pela sociedade paraense, na jornada do militar toda família passa pelo mesmo processo, a distância, o sofrimento, mas também tem os processos de alegrias, e no final cada um consegue sua vitória. O CBMPA é nossa segunda casa e o uniforme que vestimos é nossa segunda pele, então honre isso ao bem estar social, e desejo sucesso a todos, pois vocês serão o porto seguro de outras familais”, finalizou o Comandante Geral do CBMPA.
O Baile dos cadetes foi realizado ao som das músicas de discotecas dos anos 80 com a nova geração do conjunto musical do CBMPA, composta pelo Cabo Igor, Cb Laeno, Cb Fonseca, Cb Melo Silva, Cb Cavalcanti, Cb Cei, Soldado Neemias, Soldado Fernandes e participação dos antigos integrantes, Subtenentes Passos e Pacífico, que agitaram a noite com um repertório de bom gosto.
Por Carlos Yuri
Revisão: Soldado Roclane Damasceno
Fotos: Sargento Carlos Cesar
Compartilhar: