Corpo de Bombeiros Militar do Pará comemora 135 anos
Publicado: 25 de novembro de 2017 - Hora: 09:27

Corpo de Bombeiros Militar do Pará comemora 135 anos

Com um acervo de histórias para contar, o Corpo de Bombeiros Militar do Pará comemora seus 135 anos com muito orgulho, competência e empenhado para realizar o seu trabalho principal: salvar vidas.

O CBMPA se destaca entre outras corporações nacionais. É a quarta mais antiga do Brasil e a sexta com maior número de militares. O efetivo é de 3.118 bombeiros, que atuam em 38 unidades operacionais espalhadas por 24 municípios. Neste ano, até o mês de novembro foram realizadas mais de 41 mil ocorrências envolvendo: incêndios, salvamentos, atendimento pré-hospitalar e prevenção de auxílio.

“São poucas as instituições centenárias existentes e o Corpo de Bombeiros marca seus 135 anos com um legado de compromisso e servidão à sociedade”, reforçou o coronel Zanelli Nascimento.

A solenidade foi marcada pelo desfile da troca, os pelotões comandados por mulheres e a entrega das medalhas de 10 e 20 anos aos membros da corporação, por bons serviços prestados, além da outorga da medalha de Defesa Civil para personalidades militares e civis.

Neste ano, as mulheres comandaram três dos oito pelotões que desfilaram durante o evento.

“As mulheres estão presente em nossa Instituição desde 1994. E hoje, pela primeira vez, tivemos tropas representativas na solenidade comandada por elas, para marcar a presença feminina em nossa corporação”, destacou o coronel Zanelli Nascimento, comandante geral do CBMPA.

Comandando um dos pelotões liderado por mulheres estava a capitã Isis Araújo e afirma que foi: “uma emoção, misturada com satisfação e orgulho, é a primeira vez que mulheres estão comandando a tropa no aniversário do bombeiro paraense e isso mostra o respeito pelos demais e o espaço que nós temos dentro da corporação, e que apesar das diferenças nós conseguimos exercer os trabalhos atribuídos aos homens”, disse a capitã.

Atualmente a disposição do Tribunal de Contas do Estado no gabinete militar, o 2° sargento Marcelo Rangel recebeu a medalha de 20 anos de bons serviços prestados “é gratificante para todos, nós que fazemos parte da história desta linda e grandiosa Instituição, é uma honra servi-lá”. Para o cabo Rodrigo Almeida, técnico de aeródromo da Infraero, “É gratificante receber essa medalha, trabalhei nas enchentes que infelizmente todo ano acontecem no interior de Marabá e Altamira, e os bombeiros realizam esse trabalho com grande esforço para ajudar as famílias daquela região, essa medalha é para todas as pessoas que passaram por esse problema e foram ajudadas por nós bombeiros”, afirmou o cabo que foi agraciado com a medalha da defesa civil.

História – A história começa em 1882,
devido aos inúmeros incêndios na época, o Imperador D. Pedro II, determinou ao Corpo de Bombeiros da corte que enviasse uma guarnição com equipamento para implantar o serviço de prevenção e combate a Incêndio.

E em 24 de Novembro de 1882, o Doutor Justino Carneiro, presidente da Província, assinou o ato criando oficialmente a companhia de bombeiros, tendo como primeiro comandante o Capitão Antônio Verissimo Ivo de Abreu, nascia naquela data a estimada Corporação do Soldado do Fogo.

Mas foi no Governo do Intendente Antônio Lemos que o crescimento e aparelhamento do CBMPA ocorreram de forma grandiosa. E com a nova Constituição Federal de 1988 e a Constituição Estadual de 1989, o Corpo de Bombeiros Militar do Pará, ganhou autonomia como corporação independente, tendo em seu artigo 200 as suas atribuições constitucionais voltadas à prestação de serviços á sociedade.

Autoridades militares e civis marcaram presença na cerimônia cívico-militar no aniversário da corporação centenária, entre elas estavam o secretário de segurança pública do estado, general Jeannot Jansen, representando o governador Simão Jatene; o secretário adjunto da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), coronel André Cunha; e o chefe da Casa Civil, José Megale. “É sempre uma honra estar presente nessa solenidade, um ano cheio de trabalhos realizados para a sociedade. É de se admirar, que os bombeiros sempre chegam em um momento muito complicado e delicado na vida das pessoas, sempre com muito amor e prazer pelo ofício. Então, eles se tornam diferenciados por esse servir constante, com dedicação e respeito”, destacou o chefe da Casa Civil.

“O Corpo de Bombeiros é uma instituição muito importante para nós e essencial para a comunidade e durante esses 135 anos vem desenvolvendo um trabalho de extrema competência e colaborando de maneira positiva com o sistema de segurança do nosso estado”, pontuou o secretário de Segurança Pública, Jeannot Jansen.

A cerimonia foi finalizada com desfile da tropa com os pelotões formados por militares combatentes, socorristas, guarda-vidas, a banda de música do CBM, os cadetes do curso de formação de oficiais, o Programa Escola da Vida e o desfile motorizado com viaturas de incêndio, motocicletas entre outras.

Por Ascom CBMPA

Fotos: Sargento Carlos César (colaboração: Carlos Yury)

Compartilhar: