Bombeiros realizam Curso de Combate a Incêndio para Porteiros e Moradores(CIPOM)
Publicado: 12 de julho de 2017 - Hora: 09:36

Bombeiros realizam Curso de Combate a Incêndio para Porteiros e Moradores(CIPOM)

Com objetivo de levar para a população o aprendizado de como agir diante de princípios de incêndios, o Corpo de Bombeiros Militar do Pará realizou o Curso de Combate a Incêndio para Porteiros e Moradores (CIPOM) de residenciais da região metropolitana de Belém. O curso foi ministrado no auditório do Centro de Atividades Técnicas do CBMPA.

As atividades do curso foram desenvolvidas nos dias 26 e 27 de junho, com aulas teóricas e práticas, trabalhando as temáticas de combate a incêndio e atendimento pré-hospitalar. Walter Barra de 25 anos trabalha como segurança e veio de Santa Izabel para participar do Curso e destaca a importância de ter feito parte deste aprendizado. “Eu soube do Curso através do site dos Bombeiros e tive o interesse em participar do mesmo, pelo fato de trabalhar na área de segurança e também por querer ampliar ainda mais meus conhecimentos. Esse curso es sendo de extrema importância e um aprendizado único, várias coisas que aprendemos nesses dois dias vou levar comigo pra sempre, valeu a pena, agora é praticar e aperfeiçoar”, afirmou o Segurança.

Durante as aulas foram mostrados exemplos de situações de incêndio, com vídeos, ilustrações e também foi mostrado como manusear materiais com segurança. Segundo o Tenente Coronel Oliveira, o curso tem finalidade de preparar as pessoas a se prevenirem em casos de incêndio. Nós passamos as noções básicas, porque a sociedade carece de conhecimentos básicos de como agir em situações de emergência e em princípios de incêndios na sua própria residência, com esse curso queremos promover as ações preventivas de acidentes para população” enfatizou o Tenente Coronel.

O Curso contou com visita técnica no edifício Nahum, localizado em Belém. Com duas equipes formadas por dez alunos e uma com nove. Os participantes tiveram oportunidade de aprender sobre detecção de alarme, sinalização de emergência, abandono de área e escada pressurizada, casa de bomba e barrilete e hidrante de passeio.

O Tenente Davidson Sales, foi um dos Coordenadores do CIPOM e ressaltou: “Neste segundo dia de atividade, queremos despertar a consciência, para os participantes do curso saberem o que se deve fazer na hora de um princípio de incêndio. E para isso estamos repassando os conhecimentos sobre sistemas preventivos, sendo eles equipamentos, sinalizações e sistemas hidráulicos, que vai dar base de como agir nos casos de incêndio e  até auxiliar os demais moradores dos residenciais“.

O síndico do Residencial NahumDelson Batista destaca sobre a preocupação em preservar a vida nos residenciais: “Onde existe vida, nós temos que nos preocupar, então essa parceria com o Corpo de Bombeiros é muito importante, além de cedermos o espaço para a realização desse trabalho nós temos também a vistoria onde a equipe verifica o que está errado para que possamos corrigir e assim preservar a vida daqueles que aqui moram, com a segurança que não se pode falhar, temos que está precavidos e preparados para que não aconteça nenhum tipo de acidente conosco”, afirmou o síndico.

O Corpo de Bombeiros destaca algumas dicas de segurança para moradores de residenciais. 

– É muito importante que o residencial tenha iluminação de emergência para que em caso de queda de energia ou incêndio, o morador não se perca e seja mais fácil de encontrar a saída;

– Placas sinalizando o pavimento é de extrema importância para orientar e não perder tempo. Porque o tempo é o melhor amigo nesse tipo de situação

– Em casos de incêndios, a escada de emergência é o lugar mais seguro de um prédio e ele tem que conter o corrimão contínuo para que seja mais rápido e facilite na hora da correria. Nunca use o elevador. (De forma alguma devem ter lixeiras ou quaisquer tipos de objetos na escada de emergência, ela deve estar 100% livre);

– Siga as orientações do seu residencial, caso não tenha, exija do síndico. É importante você conhecer o edifício que mora, os caminhos mais rápidos, onde estão localizados os alarmes, mangueiras e extintores de incêndios

– Importante que se tenha um extintor ABC que é designado para as 3 classes de incêndio, para classe A (em materiais de fácil combustão, como papel, papelão, tecido, madeira etc.), para classe B combustíveis líquidos (álcool, gasolina, óleo de cozinha) e incêndios de classe C equipamentos energizados através de abafamento (fios elétricos). Sempre verificar se consta o selo do Inmetro e a validade do objeto.

O Curso de Combate a Incêndio para Porteiros e Moradores acontece duas vezes por ano, e tem o objetivo de conscientizar a população com dicas de segurança. A equipe do Corpo de Bombeiros trabalha diariamente com vistorias em estabelecimentos e residências. Para agendar entre em contato com o CAT através dos contatos 3277-7350 / 3231-7353.

 

Por Carlos Yury e Eduardo Monteiro

Revisão: Soldado Roclane Damasceno

Compartilhar: