Alunos CFP têm instrução de Salvamento Aquático na Praia de Mosqueiro
Publicado: 26 de maio de 2017 - Hora: 09:57

Alunos CFP têm instrução de Salvamento Aquático na Praia de Mosqueiro

Neste mês de maio ocorrerá o encerramento do segundo módulo, onde tiveram disciplinas operacionais, entre elas Técnica e Maneabilidade de Salvamento Aquático – TMAQ, conforme o Desenho Curricular do cronograma do Projeto Pedagógico, do Curso de Formação de Praças – CFP/2017. No polo Belém, o treinamento prático ocorreu no balneário de Mosqueiro, nas praias do Farol e Chapéu Virado, distrito de Belém, 72 km do centro da capital, nos dia 05/05 para o 2º e 3º pelotão, instrutores 1º  Tenente QOABM RR Dias e 1º TEN QOBM Rodrigo, respectivamente; 19/05 para o 1º pelotão, instrutor Sub Tenente Jedalias.

O desenvolvimento das atividades de salvamento aquático foi dividido em quatro baterias: sem equipamento; com equipamento nadadeiras, tubo de salvamento e pranchão; com embarcação moto náutica; e com equipamento corda. A instrução tem a finalidade pedagógica de proporcionar um melhor rendimento técnico, físico e psicológico ao corpo discente no serviço de guarda-vidas (GV). Além disso, o objetivo é melhorar as técnicas do nado crawl, nado de aproximação, nado reboque através da natação utilitária e de salvamento com e sem equipamentos, flutuação e aprimorar técnicas de judô aquático para os novos bombeiros militares do Pará.

Para o instrutor 1º TEN Dias, o condicionamento prático de técnicas e táticas de salvamento visa manter o guarda-vidas apto a desempenhar ações no meio líquido. SubTenenteJedalias explica o sistema prevencional de guarda-vidas: “No salvamento aquático é elaborado o mapeamento de riscos, localizar valas, banco de areia, correntes e vento, antes do GV entrar na água para resgatar possíveis vítimas de afogamento. Diante disso, a atividade prática consiste em mostrar aos alunos os tipos de praias da nossa região e suas características, bem como, a logística das operações”.

O meio líquido em ambiente aberto, mar, rios e lagos exigem dos alunos do curso de formação requisitos físicos e psicológico extremamente importante, vale ressaltar que, dentro da rotina do Corpo de Bombeiros o serviço de GV necessita de uma resposta imediata e eficaz, pois, está ligado diretamente a manutenção de vidas em um ambiente de alto risco.

Texto: CB BM Helena Gonçalves

Compartilhar: