Academia Bombeiro Militar há 26 anos formando heróis
Publicado: 16 de Março de 2018 - Hora: 13:39

Academia Bombeiro Militar há 26 anos formando heróis

Com o lema “aqui se aprende a comandar heróis” a Academia de Bombeiros Militar “Capitão Antônio Veríssimo Ivo de Abreu” comemora seus 26 anos com um enorme histórico de conquistas, realizações e heróis.

A manhã de hoje, 16, foi marcada pela realização da cerimônia cívico militar que ocorreu no Instituto de Ensino de Segurança do Pará (IESP) e contou com a presença de autoridades civis e militares. Durante a cerimônia foram entregues certificados e homenagens aos Amigos da Academia Bombeiro Militar (ABM) e, às premiações aos vencedores do “Desafio Bombeiro”.

O comandante geral, coronel Zanelli Nascimento, enfatizou a importância do ser bombeiro para a sociedade. “Não existe bombeiro sozinho, é a nossa união que vai fortalecer e mostrar para a sociedade a importância que temos, não tenho dúvidas de que daqui sairá grandes heróis, eu tenho certeza que o brilho e a dedicação marcarão o futuro institucional. As pessoas que representam esse grupo seleto de militar, independente de força, vai determinar as mudanças do nosso país”, discursou.

Histórico – Na estrutura organizacional do Corpo de Bombeiros Militar, a ABM foi criada inicialmente como Escola de Formação de Oficiais no ano de 1992, através do Decreto Estadual nº. 696, porém em 2010 passou a ser denominada de academia, por ser mais abrangente e apresentar como um dos principais objetivos a incorporação de novos cursos.

Atualmente, conta com 29 alunos oficiais que estão em seu segundo ano de formação, que ao final de três anos de curso, serão declarados aspirantes à Oficial Bombeiro Militar e sairão com a titulação de Bacharelado em Gestão de Riscos Coletivos.

O tenente coronel Murilo Borges fez parte da primeira turma de cadetes, atualmente é diretor de finanças do CBM e nos vinte e seis anos da ABM relembra sobre o início de sua carreira militar. “É com um sentimento de orgulho e emoção que comemoramos mais um ano da ABM, hoje a academia é referência dentro e fora do Pará. Quando vejo os cadetes eu me enxergo e lembro de tudo que eu e minha turma passamos com muita alegria e honra no início de nossa carreira, não há dúvidas de que os futuros oficiais serão heróis para sociedade”, ressaltou.

Com 572 oficiais formados pela academia, o cadete Rafael Mota se sente honrado em fazer parte deste número. “É uma honra fazer parte dessa história e saber da grande importância da ABM e a formação de futuros heróis para a sociedade. Somos 29 cadetes que dão o seu gás, a sua alma, a sua força nessa formação porque todos aqui estamos com o mesmo intuito, que é ser bons oficiais para o futuro da Instituição”.

O tenente coronel Eduardo Celso, comandante da ABM ressalta que no vigésimo sexto ano de formação de oficiais todos os dias uma semente é plantada para que nasça um herói.

“A semente que está sendo plantada hoje é para o que interesse em se aprimorar mais o seu conhecimento em ser bombeiro, seja no âmbito operacional, administrativo, no seu condicionamento físico, o crescimento em grupo porque não se pode ser bombeiro sozinho, aqui se aprende a comandar heróis e esses heróis são aqueles que darão o retorno para a sociedade”, ressaltou o comandante da ABM.

Por Ascom CBMPA
Fotos: Sargento Carlos

Compartilhar: