Um mês após inauguração, nova Policlínica do Corpo de Bombeiros dobra atendimentos
Publicado: 17 de Abril de 2018 - Hora: 12:49

Um mês após inauguração, nova Policlínica do Corpo de Bombeiros dobra atendimentos

A pequena Ana Sophia, 7 anos, ouve atentamente as instruções da major odontóloga Lilianne Oliveira, sobre como escovar corretamente os dentes. Ao lado, a mãe, a cabo Isabela Lima, integrante do Corpo de Bombeiros Militar do Pará há 11 anos, comemora a oportunidade de levar seus filhos ao dentista sem precisar se ausentar do trabalho.

Inaugurado no mês de março, a nova Policlínica do Corpo de Bombeiros agora funciona em um prédio no Quartel do Comando Geral da corporação, trazendo mais comodidade e estrutura aos militares e seus beneficiados. “Meus dois filhos fazem tratamento de limpeza e manutenção aqui desde que nasceram. O atendimento sempre foi de primeira, e agora, passando para cá, ficou melhor ainda. Venho trabalhar e já os deixo aqui na clínica, sem preocupações”, disse a militar.

Desde o dia 15 de março, quando o governador Simão Jatene fez uma visita técnica às novas instalações da policlínica e inaugurou oficialmente a unidade, uma média de 25 pessoas são atendidas diariamente por quatro odontólogos e dois psicólogos, que trabalham com terapia individual e em grupo.

A antiga sede da policlínica funcionava na Cidade Velha, das 8 da manhã ao meio-dia. Agora, em suas novas instalações, a policlínica atende das 8h às 15h, em um espaço físico maior e melhor estruturado. Em vez de duas salas para atendimento odontológico, agora são quatro e com equipamentos digitalizados para exames de ponta.

O atendimento é gratuito e pré-marcado, tanto para os militares quanto para seus pais ou filhos. Durante as quartas-feiras, três médicos da Polícia Militar também atendem no local, em sistema de cooperação, nas juntas de inspeção de saúde.

O Fundo de Investimento de Segurança Pública do Estado (FISP) garantiu o recurso de 350 mil reais em obras e 150 mil em equipamentos da nova policlínica. “Todo esse conforto e estrutura serve como motivação a mais, com o militar recebendo inúmeros benefícios em saúde. Antes, ele ficava receoso, tinha dificuldades para estacionar na antiga sede, e agora a gente mais do que duplicou o atendimento à nossa classe. Estamos muito satisfeitos com o retorno proporcionado nesse primeiro mês de funcionamento”, disse o tenente-coronel Márcio Francês, diretor de saúde da policlínica.

Por Agência Pará

Compartilhar: