Abertura do ano letivo do Programa Escola da Vida.

Presidiram a mesa de autoridades o Comandante Geral, coronel Zanelli Antônio do Nascimento; o ex-comandante Geral, Coronel Nahum Fernandes; a secretária Extraordinária de Integração de Políticas Sociais, Izabela Jatene; o chefe de gabinete da Vice-governadoria do Estado do Pará, Kadmiel Pacífico; a coordenadora da Fundação Pro Paz, Mônica Altman e os coordenadores do Programa Escola da Vida, tenente coronel Elias Rocha e major Adriana Melendez. 

     

“Três mil crianças e adolescentes são beneficiados com o Programa Escola da Vida e isso é uma vitória para o Governo do Estado, pois este programa social do Corpo de Bombeiros, a cada ano vem crescendo, com o aumento do número de participantes, que saem com uma base na sua formação e com a missão de reproduzir as coisas boas que adquiriram no PEV, podendo contribuir para um mundo melhor”, disse Izabela Jatene.  

    

O Programa Escola da Vida foi criado no dia 1º de abril de 1993, ou seja, há mais de 20 anos, no quartel do 1º Grupamento de Incêndio no Bairro da Cremação, em Belém. Atende crianças e adolescentes de 10 a 15 anos, com frequência regular à escola. Desenvolve atividades com conteúdo educacional, cultural, desportivo e de cidadania. Durante o curso os participantes têm aulas teóricas e práticas que abrangem, entre outras atividades, curso de prevenção de acidentes, primeiros socorros, educação ambiental e ética.

    

O PEV representa a postura de comprometimento com a responsabilidade social voltada à prevenção ao uso de drogas, da violência e criminalidade, bem como para a consolidação da cultura de paz, adotada pelo Corpo de Bombeiros em sua gestão.

O Comandante Geral afirmou em seu discurso durante a cerimônia de abertura do ano letivo do Programa Escola da Vida, que os militares do Corpo de Bombeiros são modelos para os alunos do PEV no processo de educação. "Porém esse processo começa na família e assim podemos ter paz mundial, utilizando duas ferramentas: o carinho e respeito”.

    

O evento contou com a participação da Banda de música do Corpo de Bombeiros; da orquestra de percussão Pro Paz, e de alunos do PEV, que realizaram apresentação de Judô. 

 

Texto: ASCOM/CBMPA

Fotos: Sargento BM Carlos